Províncias

Maternidade está melhor equipada

Isidoro Samutula | Dundo

A maternidade do Hospital Central do Dundo conta desde terça-feira com novos equipamentos técnicos, um bloco operatório para situações de emergência, serviços de neonatalogia, cuidados perinatais e salas de pré parto e pós, depois de estar encerrada durante cinco anos para obras de reabilitação e ampliação.

Maternidade do Dundo foi reaberta quarta-feira pelo Governador Provincial da Lunda Norte Ernesto Muangala depois da sua modernização
Fotografia: Benjamim Cândido

A infra-estrutura conta agora com quarenta e oito camas, doze berçários e passa a funcionar com dezanove enfermeiros e quatro médicos.
O governador provincial, Ernesto Muangala, que procedeu à reabertura da maternidade do Hospital Central do Dundo, reconheceu os esforços das mulheres, que durante cinco anos, recorreram ao Hospital Municipal do Chitato, a cerca de sete quilómetros da cidade do Dundo, que também carece de recursos e de condições de trabalho para prestar melhores serviços à população.
“Com a entrada em funcionamento da maternidade do hospital central, os habitantes da cidade do Dundo já podem orgulhar-se porque vão evitar percorrer longa distancia e a diminuição de custos de transporte em busca de serviços de saúde sem a qualidade desejada”, disse o governador provincial, que elogiou as condições actuais da maternidade, que podem ser equiparadas às condições das demais maternidades existentes nos hospitais de referência no país.
Ernesto Muangala referiu que todo o esforço do governo em melhorar as condições de vida da população, é graças a independência e paz que o país vive, o que possibilita ao executivo continuar a desenvolver acções viradas para o bem-estar da população. “É desta forma que podemos honrar e homenagear aqueles que sacrificaram as suas vidas por uma angola próspera, seguindo rumo certo, onde os nossos filhos possam se orgulhar”.
O sector da Saúde vai continuar a merecer a atenção do Executivo, para que os serviços da saúde possam estar mais próximos da população, melhorando desta forma a assistência medica e medicamentosa aos cidadãos,explicou  o governador provincial. “As obras no hospital vão dar outra dignidade a cidade do Dundo  e   permitir a entrada em funcionamento de muitos serviços para garantir a saúde pública, como é o caso dos serviços de raio-x e oftalmologia”, concluiu Ernesto Muangala. Na província da Lunda Norte, o governo está a desenvolver um programa que privilegia o sector social, fundamentalmente com construção ou reabilitação de infra-estruturas sanitárias, escolares, sistemas de abastecimento de água, energia e vias de comunicação para garantir a ligação com todos os  municípios do interior.

Tempo

Multimédia