Províncias

Mau estado das estradas atrasa progresso no Lubalo

João Silva | Dundo

O mau estado das vias rodoviárias e pontes que ligam a sede do município do Lubalo às comunas e restantes localidades da província da Lunda-Norte continua a dificultar a livre circulação de pessoas e bens, o que se reflecte no subdesenvolvimento da região.

O mau estado das vias rodoviárias e pontes que ligam a sede do município do Lubalo às comunas e restantes localidades da província da Lunda-Norte continua a dificultar a livre circulação de pessoas e bens, o que se reflecte no subdesenvolvimento da região.
O administrador municipal, Baptista Miguel, disse que a grande preocupação está na Estrada Nacional 225 e a secundária que liga a sede à comuna do Muvulegi e ainda com as pontes sobre o rio Chicapa que dão acesso à comuna do Luangue.
Baptista Miguel afirmou que a comuna do Muvulegi tem sido um problema para o governo da província e o seu desenvolvimento passa pela intervenção nas vias sem as quais é difícil o transporte de materiais e equipamentos para as obras de construção de infra-estruturas sociais.
O administrador garantiu que com o apoio do Governo Provincial, este ano vai iniciar as obras de reabilitação da estrada e das duas pontes que ligam a sede do município à comuna: “logo que estejam reparadas vamos começar com as acções de construção de infra-estruturas do Muvulegi”.
Na comuna do Muvulegi, disse Baptista Miguel, vão ser construídas escolas e postos de saúde nas comunidades, obras enquadradas no programa do Executivo, que também vai construir, até Junho, bairros sociais em todos os municípios do país.
A Administração Municipal do Lubalo já tem identificadas áreas onde vão ser construídas 20 casas da sua responsabilidade, mais 200 a serem executadas pelo Executivo da província.
Este ano, a Administração Municipal do Lubalo vai dar prioridade ao novo programa de 2012, apresentado ao Governo Provincial e que foi submetido à Comissão Nacional de Combate à Pobreza, para construção e reabilitação de empreendimentos sociais, administrativos e económicas.
Neste momento, decorrem obras de construção de uma escola primária, um centro de saúde e duas casas para os médicos e para os professores na comuna do Luangue, neste município.
Além disso, técnicos especializados estão a trabalhar na instalação dos sistemas de fornecimento de água potável e iluminação pública em todo o município, de forma a garantir melhorias de vida das populações locais.

Tempo

Multimédia