Províncias

Município em franco desenvolvimento

João Silva |Dundo

O município de Capenda-Camulemba, na província da Lunda-Norte, continua a registar um franco desenvolvimento, com a construção de novas infra-estruturas sociais e económicas, que estão a mudar a região e a vida das populações. O administrador municipal, Jorge Sassupi, disse que neste momento decorrem acções do ano passado, que transitaram para o presente ano. Até ao mês de Março são apresentados os projectos de 2012. Na comuna de Xinge e nos sectores Xamiquelengue e Muxinda estão a ser erguidas escolas, postos médicos, casas para os quadros e instalados os sistemas de fornecimento de água potável, no quadro do programa de combate à pobreza.

Várias infra-estruturas estão a ser construídas com o objectivo de melhorar a qualidade de vida
Fotografia: Jornal de Angola

O município de Capenda-Camulemba, na província da Lunda-Norte, continua a registar um franco desenvolvimento, com a construção de novas infra-estruturas sociais e económicas, que estão a mudar a região e a vida das populações. O administrador municipal, Jorge Sassupi, disse que neste momento decorrem acções do ano passado, que transitaram para o presente ano. Até ao mês de Março são apresentados os projectos de 2012. Na comuna de Xinge e nos sectores Xamiquelengue e Muxinda estão a ser erguidas escolas, postos médicos, casas para os quadros e instalados os sistemas de fornecimento de água potável, no quadro do programa de combate à pobreza.
Na sede do município, a Administração local está a construir uma morgue, um centro de saúde, uma casa para os médicos e outra para os professores, e ainda este ano começam as obras de 200 casas.
Na comuna do Xinge estão em curso as obras de construção da sede da administração, casas para os professores e uma escola primária no bairro Muhongo. Um centro médico já está concluído mas faltam os equipamentos.
O administrador revelou que no sector de Xamiquelengue está a ser construído um centro médico e outro no Muxinda. Dentro de dias começam as obras de mais um posto sanitário e a iluminação pública.
O município de Capenda-Camulemba precisa de uma dependência bancária, para os funcionários públicos e a população não terem de se deslocar à província de Malange. Jorge Sassupi referiu que estão em curso as obras de construção do balcão do BPC.
As autoridades locais, disse o administrador, aguardam, esta semana, a chegada dos técnicos do Banco de Poupança e Crédito para efectuarem os testes de admissão dos futuros funcionários.
“Estamos a prever que a instituição bancária abra ao público em Abril próximo”, disse.
O administrador Jorge Sassupi, revelou que, com as infra-estruturais inauguradas durante o ano passado e outras que vão ser entregues à população este ano, o município está a evoluir em todos os sectores da vida social e económica.

Tempo

Multimédia