Províncias

Nas aldeias do Lóvua a festa do Natal foi antecipada

Armando Sapalo | Dundo

Com o objectivo de proporcionar uma tarde especial às crianças das aldeias recônditas da comuna do Lóvua, a empresa de construção civil Odebrecht, em parceria com o Governo da Lunda-Norte, realizou uma festa de Natal antecipado, para as crianças daquela circunscrição, localizada a mais de 100 quilómetros do município do Chitato.

Crianças carentes de escolas distantes da sede comunal do Lóvua foram seleccionadas para a festa de Natal promovida pelo Governo
Fotografia: Jornal de Angola

O evento, que contou também com a presença da vice-governadora provincial para o sector Político e Social, Nené Curita Ihunga, ocorreu no fim-de-semana passado na aldeia de Catata e reuniu 500 crianças de cinco das 27 aldeias da comuna do Lóvua.
Além da distribuição de brinquedos e merenda, as crianças foram igualmente agraciadas com actividades recreativas e culturais e uma celebração eucarística. Uma missa de acção de graças foi celebrada pelo Padre Católico Mateus Chimuco, da Diocese do Dundo.
A actividade solidária resulta da responsabilidade social da Odebrecht, junto das comunidades localizadas ao longo da estrada nacional 225, que visa contribuir para o reforço da melhoria da sua qualidade de vida.
Por ocasião do Natal antecipado oferecido às crianças das aldeias da comuna do Lóvua, a vice-governadora para o sector Político e Social enalteceu a iniciativa solidária da empresa Odebrecht, tendo reafirmado o compromisso das autoridades locais em continuarem a desenvolver acções que visam salvaguardar os direitos das crianças da região.  A governante defendeu a necessidade de outras empresas do sector privado que operam na província desenvolverem também programas sociais junto das comunidades em que se encontram a trabalhar. 
Nené Curita Ihungo revelou que das cinco empresas encarregues da construção da estrada nacional 225, num percurso de 540 quilómetros, a Odebrecht é a única que, além de aspectos técnicos relacionados com o seu trabalho de asfaltagem do troço rodoviário, está também a desenvolver projectos sociais destinados às comunidades residentes ao longo da via.
A vice-governadora afirmou que a garantia e defesa dos direitos da criança constitui “a prioridade absoluta do programa de governação do Executivo angolano, cuja base está consubstanciada na criação de condições tendentes a assegurar os serviços essenciais básicos, como educação, saúde, nutrição e segurança alimentar. Apelou às famílias da comuna do Lóvua a incentivarem as crianças a ter boa conduta social, através da transmissão de valores culturais, tendo em vista a construção de uma sociedade assente num clima de respeito e paz nas comunidades.
A vice-governadora para o sector Político e Social da Lunda-Norte reconheceu que a população da comuna do Lóvua, sobretudo crianças e mulheres, enfrenta sérias dificuldades, devido à carência de serviços sociais, como escolas, centros médicos de referência, sistemas de abastecimento de água potável e energia eléctrica. Na qualidade de responsável pelas políticas sociais do governo provincial, Nené Curita Ihungo prometeu imprimir um maior dinamismo à implementação de projectos que permitam reduzir o sofrimento das populações que residem nas aldeias mais recônditas do Lóvua.

Tempo

Multimédia