Províncias

Nova zona habitacional em Capenda-Camulemba

Armando Sapalo |

Um de total de 200 casas sociais vão ser construídas no município de Capenda-Camulemba, na Lunda-Norte, no quadro do programa de fomento habitacional, disse ontem ao Jornal de Angola o responsável da empresa BSH, construtora encarregue da empreitada.

O engenheiro da obra grantiu estarem salvaguardadas as questões de impacto ambiental através da criação de zonas verdes
Fotografia: Benjamim Cândido

Um de total de 200 casas sociais vão ser construídas no município de Capenda-Camulemba, na Lunda-Norte, no quadro do programa de fomento habitacional, disse ontem ao Jornal de Angola o responsável da empresa BSH, construtora encarregue da empreitada.
O arquitecto Alci Ribeiro Heim, que falava à imprensa a propósto da visita do governador provincial ao município, esclareceu que está tudo a postos para dar início às obras, com a instalação de um estaleiro para o armazenamento do material, e garantiu que as primeiras casas serão entregues em Setembro próximo, dando origem a um novo bairro.Neste momento está a ser feito o trabalho de limpeza e loteamento dos terrenos, além do traçado dos arruamentos. Dentro de 20 dias vai ser erguida a primeira casa modelo. O novo bairro de Capenda-Camulemba vai beneficiar mais de mil famílias.
As residências são do tipo T-3 e ocupam um espaço de mais de mil metros quadrados, com onze ruas, obedecendo a modernos padrões urbanísticos, de forma a dignificar a sede do município.Alci Ribeiro Heim garantiu estarem salvaguardadas as questões de impacto ambiental através da criação de zonas verdes, assim como a preservação das árvores existentes.
O arquitecto assegurou que, tendo em conta a importância e dimensão da obra, o projecto vai proporcionar mais de 80 empregos aos jovens do município de Capenda-Camulemba, formados em diferentes centros profissionais da província. Os engenheiros de construção civil e topógrafos vêm de Luanda.

Tempo

Multimédia