Províncias

Novos serviços em Capenda Camulemba

Victorino Matias | Dundo

Capenda Camulemba e Caungula dispõem de serviços de emissão do Bilhete de Identidade, depois da inauguração das repartições municipais dos Serviços de Registo e Identificação Civil pelo governador da Lunda Norte, Ernesto Muangala.

Postos de identificação dispõem de aparelhos tecnológicos e informáticos de última geração
Fotografia: Benjamim Cândido | Dundo

Os edifícios, construídos no quadro do programa de expansão dos Serviços da Justiça em toda a província, foram erguidos num período de seis meses. Têm uma sala de emissão de Bilhete de Identidade e duas outras de equipamento técnico, além de quatro gabinetes.
O delegado provincial da Justiça e dos Direitos Humanos, Baptista Miguel, disse que, para além da emissão de Bilhetes de Identidade, certidões e registos criminais, os serviços têm ainda a Conservatória e o Notariado.
Baptista Miguel informou que os postos de registo podem atender 70 pessoas por dia, uma vez que têm aparelhos tecnológicos e informáticos de última geração.
Os municípios de Xá Muteba e Lucapa vão ser os próximos contemplados, com a segunda fase da execução do programa, enquanto Cambulo, Cuílo e Lubalo vão ter osserviços antes do fim deste ano.
O administrador municipal de Capenda Camulemba, Pedro Blaire, ficou satisfeito com a inauguração dos serviços, porque a população já não precisa de se deslocar às províncias vizinhas da Lunda Sul e de Malanje, para tratar do Bilhete de Identidade e outros documentos pessoais.  Pedro Blair apelou os funcionários da Justiça para que trabalhem com espírito de responsabilidade, no sentido de facilitarem a vida dos cidadãos.
As autoridades tradicionais do município de Caungula consideraram que a abertura do posto de Registo de Identificação Civil representa uma grande conquista para a região. Ao louvar os esforços do Governo Provincial da Lunda Norte, o regedor Zovo disse que os serviços vão proporcionar uma nova dinâmica na vida dos munícipes, além de criarem formação oportunidades de emprego aos jovens da região.
O regedor Zovo, em representação das autoridades tradicionais de Caungula, pediu ao Governo Provincial da Lunda Norte, para que seja aberta uma agência bancária no município.

Tempo

Multimédia