Províncias

Obras para estancamento de ravinas ficam concluídas em Agosto próximo

Armando Sapalo| Dundo

Os trabalhos de estancamento de ravinas, que ameaçam destruir a estrada principal e residências das populações, na sede municipal do Lucapa, ficam concluídos em Agosto deste ano, garantiu na quinta-feira, no Dundo, o responsável da obra Abel Correia.

Desvio do curso das águas residuais e fluviais provocam a impermeabilização dos solos
Fotografia: Jornal de Angola

Os trabalhos de estancamento de ravinas, que ameaçam destruir a estrada principal e residências das populações, na sede municipal do Lucapa, ficam concluídos em Agosto deste ano, garantiu na quinta-feira, no Dundo, o responsável da obra Abel Correia.
As obras começaram em finais do ano passado e fazem parte do Programa de Investimentos Públicos (PIP) do Ministério do Urbanismo e Construção, numa acção concertada com o governo provincial da Lunda-Norte.
Abel Correia assegurou ao Jornal de Angola que as obras de contenção das ravinas, cujas proporções eram muito alarmantes, se encontram na fase final, sublinhando que os trabalhos estão voltados para a construção de valas de drenagem ao longo da via pública, onde estavam situados os referidos buracos.
As ravinas apresentavam 70 metros de comprimento e 40 de largura, resultantes da elevada concentração de resíduos sólidos produzidos pela população local e comerciantes.
O desviou do curso normal das águas residuais e fluviais provocam a impermeabilização dos solos locais e essa é, segundo o responsável, a principal causa do surgimento progressivo das ravinas a nível da sede municipal do Lucapa, sobretudo na época de chuvas. Abel Correia queixou-se da grande quantidade de lixo e outros detritos que levaram muitos meses a ser removidos, para permitir o equilíbrio e compactação adequada dos solos. Além do reforço do sistema de saneamento básico, através do estabelecimento de um horário próprio para a deposição de lixo em locais indicados, considerou ser indispensável a construção de um aterro sanitário.
Tendo em conta a densidade populacional do município do Lucapa e a quantidade de lixo que a mesma produz, defendeu, ainda, a necessidade de administração municipal envidar esforços para  a aquisição de meios modernos de remoção e tratamento de resíduos sólidos.
As obras de contenção das ravinas no município do Lucapa devem merecer um trabalho de continuidade, através de  acções de educação da população e com o reforço do sistema de saneamento básico, realçou Abel Correia. As valas de drenagem que estão a ser construídas, para permitir  um melhor  escoamento das águas residuais e pluviais, foram concebidas para um quilómetro de extensão, com vista  a reduzir os elevados índices de erosão dos solos.
Acerca da criação de zonas verdes  para o reforço do trabalho de impacto ambiental, o responsável da obra explicou que está igualmente a ser feita a reposição do manto vegetal do terreno que sofreu a erosão  do solo, através do surgimento, no local, de um campo de futebol.
Além de técnicos da empresa, entre encarregados e topógrafos, o projecto de estancamento das ravinas da cidade do Lucapa empregou 17 jovens locais.

Tempo

Multimédia