Províncias

Parteiras pedem meios de trabalho

Vitorino Matias | Dundo

As parteiras tradicionais da província da Lunda Norte necessitam de equipamentos para a realização das suas actividades, disse no Dundo a sua representante, Maria João, durante a palestra promovida pela Direcção Provincial da Família e Promoção da Mulher, subordinado ao tema “O Papel da Parteira Tradicional na Comunidade”.

As parteiras tradicionais precisam de estar munidas de todo o material para atender qualquer tipo de situação, principalmente de meios de transporte, no sentido de transportar as grávidas para os hospitais onde existem blocos operatórios, quando apresentam um quadro clínico complicado. Maria João disse que, apesar da escassez de material, as parteiras tradicionais têm prestado um grande contributo no atendimento das mulheres grávidas residentes no meio rural, com destaque para áreas onde não existem unidades sanitárias. As parteiras tradicionais são periodicamente qualificadas para mantê-las actualizadas sobre a higiene do recém-nascido e da mãe, vacinação e aleitamento. O director provincial de Saúde, Pedro José António, enalteceu os esforços que a classe tem feito na diminuição da mortalidade materna e infantil.  Pedro José António pediu à classe para se organizar em associações, de forma a facilitar os apoios. “As parteiras tradicionais precisam de uma organização para que possam trabalhar sem qualquer tipo de impedimento”. Com o levantamento do número de parteiras existentes em todos os municípios, vai existir maior controlo e são melhoradas as condições de trabalho e de vida.

Tempo

Multimédia