Províncias

Pista do aeroporto do Dundo à espera de obras

Armando Sapalo |Dundo

 As autoridades da província da Lunda-Norte estão preocupadas com os atrasos significativos no início da segunda fase das obras de reabilitação e ampliação da pista do aeroporto do Dundo.

Atraso nas obras de reabilitação da pista do aeroporto da capital da Lunda-Norte criam dificuldades à circulação de pessoas e bens
Fotografia: Jornal de Angola


 As autoridades da província da Lunda-Norte estão preocupadas com os atrasos significativos no início da segunda fase das obras de reabilitação e ampliação da pista do aeroporto do Dundo.
A inquietação foi manifestada à imprensa, na terça-feira, pelo director provincial dos Transportes, Correios e Telecomunicações, José dos Santos Rosa, após a visita da vice-governadora para o Sector Económico, Deolinda Vilarinho, à segunda fase das obras da aerogare.
O projecto de reabilitação e modernização do aeroporto do Dundo começou em Abril de 2012, com a construção do novo terminal de passageiros, cuja primeira fase foi inaugurada em Agosto do mesmo ano.
O passo a seguir é a ampliação da pista, que vai permitir a aterragem de aviões de maior porte. O aeroporto regista, nos últimos tempos, enorme congestionamento de passageiros, devido às limitações da pista.
A pista do aeroporto do Dundo foi interdita pelo Instituto Nacional de Aviação Civil (INAVIC), em 2008, devido ao avançado estado de degradação, tendo na altura sido projectada a sua reabilitação e ampliação, de forma a compatibilizá-la com as medidas de segurança para aeronaves e passageiros. 
O director provincial dos Transportes, Correios e Telecomunicações considerou necessário que a Empresa Nacional de Navegação Aérea (ENANA) reveja com urgência o projecto de reabilitação e ampliação da pista do aeroporto do Dundo, tendo em conta os embaraços que a falta de operatividade desta infra-estrutura provoca na vida social, política e económica dos cidadãos da Lunda-Norte
“Quem responde pela pista é a ENANA, que deve apresentar uma solução definitiva sobre este importante empreendimento, que é fundamental para que os habitantes da província não fiquem privados de viajar”, disse. O Governo da Lunda-Norte está a envidar esforços junto das estruturas centrais para que, ainda este ano, se dê sequências às obras na pista do aeroporto do Dundo, afirmou o responsável. Nos próximos dias, chegam ao Dundo técnicos da ENANA, que vão trabalhar nos pormenores relacionados com o reinício da empreitada. O Jornal de Angola soube, junto da empresa ZAGOP, encarregue da reabilitação do aeroporto do Dundo, que a pista vai ser ampliada de 1.800 para 2.500 metros de comprimento e 45 de largura, além de 15 outros de cada lado das bermas, para as zonas de protecção e vegetação.

Tempo

Multimédia