Províncias

Processo de registo gratuito abrange as áreas recônditas

Armando Sapalo | Cuango

Ao todo, 1.573 crianças do Cuango, até aos 5 anos, foram este ano, registadas graças ao processo gratuito, de âmbito nacional, disse, ontem, ao Jornal de Angola, o responsável local dos Serviços de Registos e Notariado.

Centenas de crianças e de adultos passam a ter os seus acentos de nascimento
Fotografia: Francisco Bernardo

Ao todo, 1.573 crianças do Cuango, até aos 5 anos, foram este ano, registadas graças ao processo gratuito, de âmbito nacional, disse, ontem, ao Jornal de Angola, o responsável local dos Serviços de Registos e Notariado.
Muhungueno Zonzo considerou positivo o número de crianças até agora registadas, tendo em conta que no município há apenas os postos da Maternidade do Cafunfu, do Cuango e da comuna do Lur.
 Também este ano foram emitidos 538 acentos de nascimento de adultos que solicitaram Certidão de Narrativa. O reduzido número de quadros e a falta de meios de transportes, afirmou, constituem as principais dificuldades do sector da Justiça no Cuango.
Muhunguengo Zonzo lamentou a falta de viaturas de todo-o-terreno para os técnicos envolvidos no processo de registo poderem deslocar-se às zonas de maior aglomeração populacional, cujo acesso é difícil devido ao estado das estradas.  Até agora, referiu, tem recorrido a motorizadas, que, precisamente pelo estado das estradas, avariam com frequência.

Tempo

Multimédia