Províncias

Sanatório de Sacavula está a ser ampliado

João Silva | Dundo

O Hospital Sanatório de Sacavula, na Lunda Norte, está em obras de reabilitação e ampliação, para garantir uma melhor assistência médica e medicamentosa à população, disse o director da unidade sanitária.

A instalações de mais serviços no hospital sanatório vai permite melhorar assistência médica e medicamentosa à população local
Fotografia: Benjamim Cândido | Dundo

Buagica Mambelo assegurou ao Jornal de Angola que as obras decorrem sem sobressaltos e neste momento estão a ser concluídos os pavilhões de internamento, farmácia interna e os compartimentos que vão servir de sala de médicos, enfermeiros, de observação e de consultas de especialidade.
A unidade foi construída em finais dos anos 30 pela ex-Diamang e encontrava-se numa fase avançada de degradação.
Com as obras de restauro e ampliação, o hospital  vai passar a contar com novos serviços, como consultas externas, banco de urgências, refeitórios, balneários, morgue, cozinha modernizada, entre outros.
O hospital vai ainda ter depósito de medicamentos climatizado, um edifício para os serviços administrativos e de apoio, além de lavandaria industrial, serviço de diagnóstico de doenças infecto-contagiosas, estrutura específica de microbiologia, sala de hematologia para análises clínicas e RX.
O director do hospital afirmou estar convencido que a introdução de novos serviços vai contribuir para que as equipas das diferentes áreas técnicas e os funcionários melhorem a qualidade de atendimento, adoptando métodos mais humanizados para servir as populações.
Buagica Mambelo mostrou-se satisfeito com o andamento e a qualidade das obras, que decorrem dentro dos parâmetros técnicos acordados entre as autoridades sanitárias da província e o empreiteiro. 
Com o restauro em curso, o hospital sanatório de Sacavula passa a ter 100 camas para internamento, mais 40 que antes, e a poder dar solução aos doentes que precisam de atenção médica permanente. O director informou que neste momento se encontram internados 59 doentes, com patologias como a tuberculose, VIH-Sida, malária, pneumonia, diabetes, hipertensão e outras infecciosas.

Diversas patologias

Buajica Mambelo disse que foram diagnosticados e assistidos, desde o início do ano até Maio, cerca de cinco mil pacientes com diversas patologias, mais 310 casos em comparação com igual período do ano anterior.
Os serviços de saúde no hospital sanatório de Savavula são assegurado por 150 funcionários, dos quais dois médicos, uma psicóloga clínica, dois técnicos superiores de diagnóstico e terapeuta, e um de clínica geral, um número considerado insuficiente para garantir assistência às populações, pelo que são necessários mais três médicos e 20 enfermeiros.

Tempo

Multimédia