Províncias

Saúde regista fraca adesão de médicos ao concurso público

Trinta e seis das 53 vagas para o concurso público do Ministério da Saúde, na categoria de médicos, continuam disponíveis na província da Lunda Norte, revelou hoje, no Dundo, o director do Gabinete provincial do sector na região, Gime Nhunga.

Fotografia: Dr

Das 53 vagas disponíveis apenas 17 foram preenchidas, segundo o responsável que falava à imprensa a propósito do nível de candidatura ao concurso público.

A província tem 308 vagas, sendo 128 para técnicos médios e superior de enfermagem, bem como para 78 técnicos médios de diagnóstico e terapeutica.

Gime Nhunga desconhece a razão da fraca adesão dos médicos ao concurso na Lunda Norte, e apela aos jovens recém-formados e com carteira para o exercício da função, a se inscreverem para preencher as 36 vagas.

A província necessita de médicos nas especialidades de obstetrícia, ortopedia, estomatologia, oftalmologia, cirurgia e otorrinolaringologia para satisfazer a demanda da população.

Por outro lado, informou que o ministério reforçou a província com mais três médicos obstetra e clínico geral, destacados nos municípios do Cuango e Chitato.

Mais de 60 médicos asseguram a assistência médica na Lunda Norte.

*Angop*

 

 

Tempo

Multimédia