Províncias

Sector da Educação quer fazer parceria para poder formar mais especialistas

A direcção da Educação da Lunda-Norte tenciona celebrar, ainda este ano, um acordo de parceria com a Escola Nacional de Petróleos para formar técnicos em mineração naquela instituição.

A intenção foi manifestada segunda-feira, no Dundo, pelo director provincial da educação, Bartolomeu Dias Sapalo, que defende a elevação de nível académico e profissional dos quadros do sector em particular e, em geral, da província.
O responsável disse à Angop ser pretensão do sector da Educação celebrar acordos com instituições académicas do país, nas quais os estudantes da província possam fazer a sua formação nas várias áreas, uma vez que as escolas locais não oferecem todos cursos.
“O sector pretende ver encaminhados anualmente, para a Escola Nacional de Petróleos, os dez melhores estudantes que vão ser seleccionados em cada um dos nove municípios da província”, disse.
O principal dever é formar quadros, salientou Bartolomeu Dias Sapalo, acrescentando que a direcção da Educação vai usar a mesma fórmula para firmar um pacto com o Instituto Nacional de Educação Física, tendo em vista inscrever os candidatos da Lunda-Norte que pretendem formar-se nessa área.
“O meu desejo é ver concretizado o referido acordo, porque a Educação Física faz parte do curriculum do sistema educativo nacional e a província não possui professores preparados nesta área”, esclareceu o responsável.
 Em breve, sublinhou, se desloca à província do Kwanza-Sul para acertos e, para tal, conta com apoio do Governo, sem, contudo, descurar a participação dos encarregados de educação para efectivação do referido programa.

Tempo

Multimédia