Províncias

Sector da saúde na província reforçado com mais médicos

Isidoro Samutula | Dundo

Médicos norte-coreanos de várias especialidades foram colocados nas unidades sanitárias da província da Lunda-Norte, no âmbito da cooperação bilateral.

Presença de médicos norte-coreanos vai melhorar as condições de trabalho nos hospitais
Fotografia: Jornal de Angola

Médicos norte-coreanos de várias especialidades foram colocados nas unidades sanitárias da província da Lunda-Norte, no âmbito da cooperação bilateral.
O grupo de 10 médicos compreende dois pediatras, quatro clínicos de medicina geral, dois ginecologistas, um cirurgião e um ortopedista, que vão aliviar as dificuldades nos hospitais da província.
O director provincial da Saúde em exercício, Paulo Canhinda, disse que a presença dos médicos norte-coreanos vai melhorar as condições de trabalho nas unidades hospitalares que careciam de um corpo clínico especializado. Os médicos vão servir nos hospitais dos municípios do Chitato, Caungula, Cambulo, Lucapa, Lubalo e Cuilo que registavam carência de especialistas e colmatar as necessidades nessas áreas.
Apesar de o sector ter sido reforçado com estes médicos, disse o responsável, a província ainda necessita de especialistas em oftalmologia, otorrinolaringogia e gastrenterologia. “Precisamos de mais médicos, pois o número de unidades sanitárias na província está a aumentar, por isso precisamos também de reforçar o corpo clínico”, sublinhou.
A província da Lunda-Norte conta com 25 médicos norte-coreanos de várias especialidades, distribuídos em todos os municípios, além de cubanos, vietnamitas e russos.

Tempo

Multimédia