Províncias

Sistema de saúde melhor apetrechado

Armando Sapalo | Dundo

O governo da Lunda-Norte entregou à direcção provincial de Saúde nove ambulâncias, seis viaturas para médicos de várias unidades do sector e duas clínicas móveis, no âmbito do dos programas de municipalização e modernização dos serviços sanitários.

As clínicas móveis estão apetrechadas com meios de diagnóstico até agora inexistentes nos hospitais e centros de saúde da província
Fotografia: Benjamin Cândido

O governo da Lunda-Norte entregou à direcção provincial de Saúde nove ambulâncias, seis viaturas para médicos de várias unidades do sector e duas clínicas móveis, no âmbito do dos programas de municipalização e modernização dos serviços sanitários.
Na cerimónia de entrega, presidida pelo governador Ernesto Muangala, o director provincial da Saúde referiu que as ambulâncias têm equipamentos modernos, que facilitam os primeiros socorros à população e lembrou que as clínicas móveis permitem melhor assistência médica a quem vive distante das sedes urbanas.
Além de poderem atender três pessoas em simultâneo, disse, as clínicas móveis, dispõem de aparelhos modernos.
Pedro António salientou que as clínicas móveis estão apetrechadas com meios de diagnósticos, até agora inexistentes nos hospitais e centros de saúde da província, como aparelhos de Raio X e laboratórios de análises clínicas, além de consultório médico.
Neste momento, disse, nenhum dos nove municípios tem grandes problemas quanto ao o transporte de pacientes dos centros de saúde para as unidades hospitalares de referência.
O director provincial anunciou que as autoridades sanitárias desenvolvem esforços para todos os municípios passarem, em breve, a ter uma clínica móvel.

O ano da Saúde

Pedro António referiu que o governo provincial decidiu dedicar, este ano, particular atenção ao sector da Saúde e que a que a prioridade é a expansão da rede sanitária.As autoridades da província, sublinhou, estão apostadas em construir mais centros e postos médicos nas localidades de maior aglomeração populacional.
A direcção provincial da saúde vai, nos próximos dias, criar uma equipa de médicos e de enfermeiros para assegurar o funcionamento das clínicas móveis e estabelecer um calendário de visitas às comunidades, disse e garantiu estar para breve a conclusão das obras de reabilitação do hospital central do Dundo e da unidade municipal do Lucapa.
Também anunciou a transferência do Sanatório de Sacavula para outra unidade para o edifício onde funciona aquele estabelecimento poder beneficiar de obras e que o governo da Lunda-Norte, no âmbito do Programa de Investimentos Públicos, vai, a partir do terceiro trimestre, começar a construir um hospital provincial materno-infantil.A médica Isaura João, que recebeu uma das seis viaturas, disse estarem ultrapassadas as dificuldades de chegar mais cedo ao local de trabalho e lembrou que por falta de meio de transporte e devido à distância entre a casa e o emprego “em muitas ocasiões não conseguiu fazer intervenções de emergência”.O padre Ernesto Dumba, pároco da Catedral do Dundo, que benzeu os bens entregues pelo governo provincial, recordou que os cuidados primários de saúde são direitos fundamentais da população e enalteceu os esforços das autoridades para a melhoria do sector.
O padre frisou a importância das novas ambulâncias e das clínicas móveis na melhoria da rede sanitária e pediu que se tenha o maior cuidado com elas.

Tempo

Multimédia