Províncias

Universidade Lueji A'nkonde matricula milhares de jovens

João Silva | Dundo

Cerca de 1.700 estudantes ingressam pela primeira vez nas diferentes unidades orgânicas da Universidade Lueji A’Nkonde, sedeadas na província da Lunda Norte, revelou sábado, na cidade do Dundo, o vice-reitor para a área académica da instituição.

Pedido aos estudantes que ingressam pela primeira vez na instituição maior dedicação para que consigam alcançar os seus objectivos
Fotografia: Benjamim Cândido | Dundo

Gilberto Nhongola afirmou que a universidade inscreveu um total de cinco mil candidatos, para ocupar as vagas disponíveis na Escola Superior Pedagógica, nas faculdades de Economia e de Direito, situadas no Dundo, e na Escola Superior Politécnica, no município do Cuango.
O vice-reitor para a área académica da Universidade Lueji A’Nkonde realçou que das vagas disponíveis, 1.270 são para a Escola Superior Pedagógica do Dundo, 115 para a Escola Superior Politécnica do Cuango, 150 para a Faculdade de Economia e outras 165 para a Faculdade de Direito.
Para atender as quatro unidades académicas, todas a funcionar na Lunda Norte, estão mobilizados 84 docentes, entre efectivos e colaboradores nacionais, dos quais 35 acreditados na Escola Superior Pedagógica do Dundo, 16 na Escola Superior Politécnica do Cuango, 12 na Faculdade de Direito e 21 a trabalhar na Faculdade de Economia. O número de docentes é considerado ainda insuficiente para garantir o normal funcionamento das instituições académicas. Os concursos públicos, para admissão de funcionários a nível das instituições do ensino superior, estão cancelados há cerca de dois anos, devido à falta de disponibilidade financeira.
Esta situação, explicou o académico, tem afectado de forma muito negativa o programa de incremento de novos cursos a nível das instituições universitárias.Gilberto Nhongola explicou que os alunos candidatos efectuaram de 1 a 6 de Janeiro último os exames de acesso, baseados nas disciplinas de Língua Portuguesa, Matemática, Química, de acordo com as especificidades de cada curso.

Correcção das provas


Na semana finda decorreu o processo de correcção das provas de admissão, seguindo-se a publicação dos resultados e eventuais reclamações, a partir de agora. A fase de inscrições e de exames de admissão, segundo Gilberto Nhongola, visou verificar o grau de preparação dos candidatos nos domínios académicos e de cultura geral, para frequentar o ensino superior.
O vice-reitor apelou aos antigos estudantes e aos que ingressam pela primeira vez maior empenho, espírito de sacrifício, dedicação e engajamento, para que consigam alcançar os seus objectivos escolares.

Tempo

Multimédia