Províncias

Alunos do ensino primário beneficiam de aulas digitais

Mil e 300 alunos das escolas católicas do ensino primário na província da Lunda-Sul beneficiam de aulas digitais, num projecto denominado Profuturo, que visa ensinar as crianças a manejar tablets conectados à Internet, para a promoção do conhecimento tecnológico.

Novas tecnologias de comunicação no ensino primário
Fotografia: João Gomes | Edições Novembro

A informação foi avançada na semana finda, pelo responsável de gestão das escolas católicas na região, Padre Manuel Muliuli, realçando que o projecto é uma iniciativa da Arquidiocese de Saurimo. Fez saber que as oito escolas primárias beneficiaram de 96 tablets para os estudantes e professores, conectados à Internet.
As aulas digitais, segundo o padre Manuel Muliuli, no município de Saurimo são asseguradas por 48 professores formados para lidar com matérias ligadas às tecnologias de informação e comunicação, para  crianças do ensino primário. Quanto aos municípios de Cacolo, Dala e Muconda, acrescentou, estão a ser criadas as condições técnicas e humanas para posteriormente ser implementado o projecto.
O padre destacou a importância dos alunos aprenderem a manejar os computadores e estarem em contacto com as ferramentas tecnológicas em tenra idade, o que facilitará a integração das crianças no mundo globalizado, de forma paulatina. Por outro lado, a rejeição social que muitas adolescentes grávidas têm sofrido no seio familiar e não só pode causar transtornos depressivos à mãe e repercutir no bebé, segundo a responsável do departamento de política familiar da Direcção Provincial da Família e Promoção da Mulher. O estado psicológico da mãe também afecta o bebé, pois o seu desenvolvimento depende muito do bem-estar  da gestante, disse Luzia Canama, que sublinhou que a falta de acompanhamento por parte dos pais tem contribuído para o surgimento de gravidezes precoces, pois muitas famílias são reservadas na abordagem de questões relacionadas com a sexualidade.

Tempo

Multimédia