Províncias

Aumentam os casos de doenças respiratórias

Flávia Massua | Saurimo

A escassez de especialistas em otorrinolaringologia está a dificultar o combate à crescente notificação de pacientes afectados por gripe, tosse e outras manifestações no tracto respiratório, em consultas realizadas no Hospital Geral de Saurimo.

Casos de doenças respiratórias
Fotografia: Jaimagem

O médico chinês Paye Noie, único especialista na área a nível daquela unidade clínica, reconheceu as dificuldades vividas no atendimento aos mais de 20 pacientes que chegam ali diariamente, com diversas queixas ligadas à sua especialidade, reflexo do aumento do frio e de poeiras, situações próprias do tempo seco.
Além da gripe e da tosse, o médico diz que a unidade está a receber igualmente, desde o mês de Maio, muitos pacientes com dores nos ouvidos, o que complica ainda mais a actividade de atendimento eficaz. Para contrapor a situação, o especialista aconselha ao uso de roupas mais pesadas ou adequadas ao tempo, principalmente nos períodos da manhã e de noite. Em função do actual quadro, Paye Noie aconselhou aos cidadãos abster-se do consumo de bebidas frescas e de alimentos secos, para ajudar a prevenir as referidas doenças.
O director provincial da Saúde da Lunda Sul, Costa Samuquinda, garantiu existirem políticas de inserção de novos quadros em várias áreas do sector, incluindo de médicos de diversas especialidades.
Em breve, as autoridades provinciais vão realizar um concurso público para ingresso de mais técnicos no sector, dai apelarem para  os interessados prepararem os documentos necessários a fim de participarem concurso público.

Tempo

Multimédia