Províncias

Aumento da produção é uma das prioridades

Adão Diogo | Saurimo

O Programa Agrícola de Desenvolvimento Económico e Social (PADES) visa aumentar a produção de mandioca na Lunda-Sul, na sequência do sucesso da multiplicação de estacas de produção precoce em campos experimentais.

Processo experimental bem sucedido
Fotografia: Jornal de Angola

O cultivo em grande escala, iniciado por 300 agricultores, visa o aumento das colheitas indispensáveis à industrialização do produto, segundo a governadora Cândida Narciso.
A produção da mandioca, frutas e peixe ocupa o topo das prioridades definidas pelo PADES, numa estratégia de acelerar o processo de combate à pobreza, em execução há mais de um ano, comparticipados pelo governo local e a Sociedade Mineira de Catoca (SMC).
Em fase embrionária, o projecto abre oportunidades de emprego, especialmente aos jovens, e incentiva o empreendedorismo, além de travar o êxodo rural. Na apresentação do balanço do programa, a governadora Cândida Narciso valorizou o interesse de investimento na agricultura.  Depois de realizar visitas ao interior da província, a governador referiu que existe “muita vontade” por parte de camponeses individuais e associados, que já produzem mandioca em larga escala.
A governadora valorizou a prestação de uma especialista zambiana na assessoria técnica do programa de criação de peixes da espécie tilápia, vulgarmente conhecida por cacusso, que decorre em dez tanques construídos nos arredores da vila de Mona-Quimbundo. Considerou que o sucesso na reprodução de peixes sustenta as perspectivas de expansão, para garantir auto-suficiência às populações, com o pensamento na industrialização e exportação.

Tempo

Multimédia