Províncias

Baixam casos de contágio do vírus

Os casos de infecções pelo vírus do VIH-Sida conheceram uma redução significativa nos primeiros sete meses do ano na Lunda Sul, com um registo de 611 diagnósticos positivos, segundo dados do Centro de Aconselhamento e Testagem Voluntária (CATV).

Várias campanhas são realizadas na província para combater a propagação da doença
Fotografia: João Gomes

Os dados apresentados pelo chefe do CATV em Saurimo, Joaquim Paulo Messene, mostram que no mesmo período do ano anterior a instituição registou cerca de mil casos positivos.
A baixa de casos é reflexo da intensificação das campanhas de sensibilização no seio das comunidades, o que vem contribuindo para que as pessoas tomem consciência dos riscos da doença.
O chefe do CATV disse que há uma maior valorização do impacto do Programa de Aceleração de Combate ao Sida (PAC/VIH), que perspectiva uma redução para zero do índice de novas infecções e anular a estigmatização de pessoas portadoras do vírus, até 2015.
O sucesso projectado nesta empreitada começou com a expansão de serviços no interior da província, o que motivou as pessoas a aderirem aos testes e às sessões de educação sanitária das comunidades.A realidade provou que o interesse na procura dos serviços de testagem destaca as mulheres grávidas.
Estas, quando detectadas com o vírus, começam o tratamento durante a gestação e no momento de parto faz-se o corte vertical a fim de impedir o contágio do bebé. A província da Lunda Sul dispõe de centros de referência, equipados com tecnologia moderna, como os aparelhos de CD4. O chefe de departamento de Inspecção de Trabalho, afecto à Administração Pública, Trabalho e Segurança Social, Abel Fidel, disse que a prevenção contra a estigmatização de trabalhadores seropositivos engloba a realização de campanhas pedagógicas junto das empresas, para salvaguardar os preceitos inscritos na Lei Geral de Trabalho.

Tempo

Multimédia