Províncias

Cacolo tem novos empreendimentos

João Salvo | Cacolo

As comunidades da vila de Cacolo e da regedoria de Muatxissengue dispõem, desde terça-feira, de uma nova escola do II ciclo, com 14 salas e um centro médico com capacidade para 30 camas.

O centro médico de Cacolo está melhor apetrechado e dispõe de novos serviços
Fotografia: João Salvo

As comunidades da vila de Cacolo e da regedoria de Muatxissengue dispõem, desde terça-feira, de uma nova escola do II ciclo, com 14 salas e um centro médico com capacidade para 30 camas.
Erguidos em três meses, os empreendimentos, enquadrados no Programa de Combate à Pobreza, foram inaugurados pela governadora provincial da Lunda-Sul, Cândida Narciso.
O centro médico possui um laboratório de análises clínicas, salas para internamento, parto, consultório e farmácia interna.
O regedor de Muatxissengue, Francisco Lote, destacou a importância dos dois empreendimentos, recordando que, no passado, as pessoas eram obrigadas a percorrer longas distâncias para receber assistência médica e medicamentosa.
“Sinto-me satisfeito com o programa do governo da província em construir casas para alojar, de forma condigna, técnicos e sobas da comunidade”, disse.
O chefe da Repartição da Educação de Cacolo, Francisco Eugénio, referiu que, com a inauguração do novo estabelecimento estudantil,  o município passa a dispor de seis estabelecimentos de ensino, num total de 50 salas, que leccionam até ao ensino médio, com um suporte de 128 professores.Cândida Narciso constatou, enquanto esteve em Cacolo, o nível de execução das casas sociais, que estão a ser erguidas na reserva fundiária, para a qual estão previstos 200 fogos habitacionais.

Tempo

Multimédia