Províncias

Caminhada firme para o progresso

Manuel Feio

Nos últimos quatro anos, a província da Lunda-Sul deu um passo importante para o progresso.

Nos últimos quatro anos, a província da Lunda-Sul deu um passo importante para o progresso.
Apesar de ainda ser grande o volume de tarefas a realizar os projectos em curso no âmbito da reconstrução nacional atingiram um nível satisfatório.
Desde logo ressalta o investimento feito na educação.
Os progressos hoje alcançados justificam a aposta no programa de recuperação das infraestruturas do sector. De 2009 a 2011 foram construídas várias escolas primárias e secundárias, com destaque para as aldeias reunificadas, e lares para estudantes com capacidade para centenas de camas cada.  
A Lunda-Sul, uma das poucas regiões privilegiadas em termos de energia, principalmente a sua capital (Saurimo), está a vencer também a batalha na saúde.
O acesso aos cuidados primários de saúde resulta não só do maior número de unidades sanitárias agora disponível para a população, inclusive no meio rural, mas também da qualidade dos serviços prestados. Sendo as estradas sinónimo de progresso, a governadora Cândida Narciso e os seus pares meteram mãos à obra.
Os resultados da empreitada estão a mão de semear: 280 quilómetros de estradas asfaltadas e a instalação de 26 pontes de carácter definitivo e provisório nas vias secundárias e terciárias.
Na sua sólida caminhada para o progresso, combater o grande défice de quadros em diversos sectores é quase que obrigatório nessas paragens. E o primeiro passo já foi dado com a implantação da formação ao grau de licenciatura na escola superior politécnica.  
O dossier que o estimado leitor tem hoje em mãos revela, pois, o actual estado de coisas dessa província do Leste de Angola, que passa pela construção da nova centralidade de Saurimo, cujo subprograma prevê a construção de 600 residências nos municípios, e pelos investimentos com vista a garantir a segurança e tranquilidade das populações.
    * Director Executivo

Tempo

Multimédia