Províncias

Campanha contra malária arranca em Saurimo

Camuanga Júlia | Saurimo

Uma campanha de combate às larvas geradoras de mosquitos e de desinfestação ao domicílio, destinada a reduzir o número de doentes e de mortes por malária, arrancou na sexta-feira, em Saurimo, sob a égide da Direcção provincial da Lunda-Sul da Saúde.


 
Uma campanha de combate às larvas geradoras de mosquitos e de desinfestação ao domicílio, destinada a reduzir o número de doentes e de mortes por malária, arrancou na sexta-feira, em Saurimo, sob a égide da Direcção provincial da Lunda-Sul da Saúde.
 Ao intervir durante o acto de abertura da campanha, em representação da governadora provincial, Armando Jorge exortou o empenho dos administradores municipais, comunais e coordenadores de bairros, em mobilizarem a população para aderir ao programa. “A população deve acatar as orientações dos técnicos, para que se possa combater o vector da malária, responsável por muitas mortes, sobretudo de crianças menores de cinco anos”, referiu.
 O responsável pelo sector da Saúde, Alberto Chungo, disse que a campanha conta com a participação de 13 equipas. Um responsável pelo programa garantiu haver condições para a sua implementação.

Tempo

Multimédia