Províncias

Chuvas ameaçam desalojar famílias

João Salvo

Cerca de 100 pessoas que vivem nos bairros Verde, Txizaínga I e II, na periferia da cidade de Saurimo, na Lunda-Sul, correm o risco de perder as suas casas, devido às inundações provocadas pelas chuvas.

Várias casas em bairros de Saurimo ameaçadas pelas inundações
Fotografia: João Salvo | Edições Novembro | Lunda-Sul

Ana Joaquina, uma das vítimas da calamidade natural, disse que a construção anárquica de casas, sobre a linha de passagem habitual da água, está na base das inundações que se registam na região.
O estado de alerta, movido pelo sentimento de insegurança, domina entre os moradores das referidas zonas, onde o lixo arrastado justifica o surgimento de mosquitos e outros transtornos. As inundações em algumas ruas inviabilizaram o trânsito nos bairros Sambukila, Agostinho Neto e 11 de Novembro, devido à deformação das passagens hidráulicas.    
O governador Daniel Neto visitou as zonas afectadas, para aferir o grau de destruição e traçar estratégias para apoiar a população.
A presença do governador serviu também para reforçar o apelo contra a edificação de casas sobre passagens de água e em locais ameaçados por ravinas.
Num esforço de devolver segurança às comunidades, a Administração Municipal de Saurimo última os preparativos de lotes, para distribuir às famílias que vivem em zonas de risco.

Tempo

Multimédia