Províncias

Circulação é retomada

Kamuanga Júlio e João Salvo | Saurimo

A circulação rodoviária pela ponte sobre o rio Luachimo, infra-estrutura que facilita a ligação entre Saurimo e Dala, pode retomar ainda hoje, garantiu ontem um técnico do Instituto de Estradas de Angola (INEA).

Governos do Moxico e da Lunda Norte ajudaram a garantir a celeridade dos trabalhos
Fotografia: Edições Novembro

Bernardo Costa, técnico de pontes, que integra uma equipa do Instituto de Estradas de Angola, disse que há esforços para a reposição da ponte metálica, que desabou anteontem, nas próximas horas.
“Caso não haja qualquer impedimento, provocado por força de fenómenos natural ou humano, prometemos colocar a ponte até finais do dia”, garantiu o técnico.
A ponte sobre o rio Luachimo cedeu quando um camião contentorizado, que transportava material eléctrico, no troço Saurimo-Dala, com destino para a província do Moxico, embateu contra a infra-estrutura.
Bernardo Costa explicou que a intervenção cinge-se na retirada das travessas e tabuleiros danificados, a fim de permitir a colocação de outros equipamentos em condições. O técnico disse que o trabalho para a edificação da nova ponte inclui também a colocação de vigas de sustentação e de apoio, com vista o reforço da infra-estrutura.
Em função da importância da infra-estrutura da ponte, os governos províncias do Moxico e da Lunda Sul mobilizaram meios técnicos e humanos, para assegurar a celeridade dos trabalhos, a fim de permitir a retoma da circulação de pessoas e mercadorias o mais rápido possível.
O director do Instituto de Estradas de Angola, Rafael Mutemeca, considerou  que o desrespeito das regras universais do Código de Estrada foi uma das razões da danificação da ponte.
“O camião em causa ficou encalhado na ponte e só foi removido por meio de esforços dos técnicos do Instituto de Estradas de Angola”, lamentou Rafael Mutemeca.
Ontem mesmo, uma equipa dirigida pelo vice-governador provincial da Lunda Sul para o Sector Técnico e Infra-estruturas, António Teixeira, deslocou-se ao local para constatar o grau de execução dos trabalhos.
Enquanto se aguarda a reposição da ponte, nas duas margens da via estão perfiladas várias viaturas carregadas de mercadorias.

Tempo

Multimédia