Províncias

Começaram obras de construção dos novos hospital e maternidade

João Salvo | Saurimo

A população de Saurimo, estimada em 200 mil habitantes, ganha dentro de 18 meses um hospital municipal, com 120 camas, uma maternidade com igual número de camas e a asfaltagem das vias nos bairros Txizaínga, Candembe, Santo António, Luavur e Verde.

Govenadora colocou a primeira pedra
Fotografia: José Salvo |

A população de Saurimo, estimada em 200 mil habitantes, ganha dentro de 18 meses um hospital municipal, com 120 camas, uma maternidade com igual número de camas e a asfaltagem das vias nos bairros Txizaínga, Candembe, Santo António, Luavur e Verde.
 Os empreendimentos custam ao Estado mais de 5.600 milhões de kwanzas, informou a governadora da Lunda-Sul, Cândida Narciso, que procedeu ao lançamento da primeira pedra.A governadora  Cândida Narciso  acrescentou que as infra-estruturas sanitárias postas à disposição da população localvisam reforçar as existentes, com vista a “melhoramos a forma de viver das nossas populações sobretudo a maternidade que vai permitir que as mulheres tenham partos seguros e com melhores condições de atendimento”. 
A governadora da Lunda-Sul, Cândida Narciso, inaugurou em Saurimo, capital da Lunda-Sul,  duas salas de alfabetização destinada aos vendedores do mercado Portão do Leste e do bairro Camanhundo e  para fiéis da igreja kimbanguista.
 No discurso às vendedoras, Cândida Narciso precisou que a inauguração das salas de alfabetização reflecte uma resposta ao pedido das quitandeiras “quando visitei o local no decurso deste ano”.

Tempo

Multimédia