Províncias

Construção de barragem elogiada pela população

A construção da barragem de Tchihumbwé, em curso no município do Dala, na Lunda Sul, é motivo de regozijo da população do município de Camanongue, no Moxico, disse  ontem Vasco João, um comerciante da região.

População dos municípios de Camanongue e Dala deixam de depender de geradores
Fotografia: Nilo Mateus

Ao falar à Angop, a propósito do projecto iniciado há dois anos, para abastecer de energia eléctrica, numa primeira fase, a cidade do Luena e Camanongue e o município de Dala, na Lunda Sul, muitos munícipes, como Vasco João, saudaram a iniciativa, que deve inverter o actual quadro de dificuldades neste domínio.
Para Vasco João, esta acção do Executivo angolano junta-se a outras implementadas no país, com vista a melhorar as condições de vida da população. “Uma vez concluídas, as obras garantem energia de qualidade à população, em vez de dependerem da energia fornecida através de grupos geradores, que apresenta falhas e pouco satisfazem as preocupações dos necessitados”, argumentou.
Ao considerar a energia eléctrica um factor de desenvolvimento das comunidades, Silva Enoque, um enfermeiro do hospital local, elogiou a obra, por permitir melhorar a qualidade de vida da população.
Construída sobre o rio Tchihumbwe, as obras da barragem, que deve  produzir 12,4 megawatts, terminam em 2017, com a criação da linha de fornecimento, passando pelo município de Camanongue, até a cidade do Luena, num percurso de mais de cem quilómetros.
Actualmente, 15 mil moradores da sede do município de Camanongue, dos 32.789 (dados do censo 2014), na sua maioria camponeses, beneficiam de energia eléctrica fornecida por um grupo gerador.

Tempo

Multimédia