Províncias

Contribuição de docentes é elogiada pelo Governo

João Salvo| Dala

A governadora provincial da Lunda Sul, Cândida Narciso, exaltou ontem, na localidade de Dala, a contribuição dos agentes da Escola de Professores do Futuro (EFP) na instrução de crianças das zonas rurais e em prol do desenvolvimento da região.

Dezenas de agentes reforçam o ensino
Fotografia: João Salvo| Dala

Cândida Narciso referiu que os estudantes da EFP, afecta à Ajuda de Desenvolvimento de Povo para Povo (ADPP), têm tido um desempenho salutar na educação das comunidades, principalmente naquelas onde há uma carência de docentes.
A governadora apontou que os professores saídos da ADPP servem de mola impulsionadora para ajudar os concidadãos a saírem do subdesenvolvimento, com vista a atingirem o progresso sustentável.
Realçou que, por possuírem uma formação multifacetada, os professores do futuro têm a responsabilidade acrescida de contribuírem para a elevação da consciência das comunidades sobre aspectos ligados ao saneamento básico, alfabetização e de outros assuntos relacionados ao empreendedorismo, microfinanças e puericultura. A governante reiterou o apelo no sentido de outros jovens, sobretudo do género feminino, integrarem-se na EPF da ADPP, para poderem, ao lado dos homens, contribuir para a mesma causa.
A EFP funciona em regime de internamento e forma professores do nível médio, num período de três anos. Durante a formação, os alunos aprendem a partir de aulas teóricas e práticas em diversas disciplinas.
Os estudantes têm direito a estágio, nas suas investigações internacionais, em países como a Zâmbia, Namíbia, Botswana, Zimbabwe, Moçambique, Malawi e a Tanzânia.
Neste momento, a EPF de Dala conta com 40 estudantes. Um deles é Eduardo Coelho, que assegura que vai desenvolver esforços para contribuir para o progresso do país.

Tempo

Multimédia