Províncias

Crianças e jovens órfãos com melhor acomodação

Joaquina Munji | Saurimo

As obras de restauro realizadas pelo Governo no edifício do Lar São João Calábria, afecto à Igreja Católica, no centro de Saurimo, melhoraram as condições de alojamento das 43 crianças e jovens, na sua maioria órfãos.

As inovações feitas no lar Calábria incluiram a construção de uma capela, sala de lazer e de informática e ampliação dos dormitórios.
Depois de proceder ao corte da fita inaugural, a governadora da Lunda Sul, Cândida Narciso, disse que o bem-estar das crianças está entre as prioridades do Governo.
O arcebispo Dom José Manuel Imbamba sublinhou que “nenhuma instituição pode substituir a família, que é o lugar ideal para o crescimento de uma criança.
“Os meus olhos viram o que eu esperava”, sublinhou o Padre Mpindi Lubanzadio, responsável do lar, onde não há queixas, apesar das dificuldades de adaptação das crianças nos primeiros dias. Por outro lado, as obras de construção de um novo Centro Integrado de Formação Profissional em Saurimo, a cargo da empreiteira Socoang, ficam concluídas dentro de cinco meses.
A garantia foi dada ontem pelo encarregado das obras, Alberto Pontes, tendo acrescentado que o projecto contempla sete naves para aulas teóricas e práticas, de informática, corte e costura, canalização, electricidade, mecânica e hotelaria, além de um edifício independente para os serviços administrativos, área de lazer, biblioteca e anfiteatro.
No bairro Mulombe, periferia de Saurimo, o Governo, por iniciativa do Ministério da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social (MAPTSS), constrói três pavilhões ocupacionais, numa estratégia de colmatar a procura crescente de emprego para os jovens, formados em diversas áreas.

Tempo

Multimédia