Províncias

Dezenas de seropositivos abandonam tratamento

Kamuanga Júlia | Saurimo

A província da Lunda-Sul está a criar novas estratégias para reforçar as medidas de prevenção e combate ao VIH/Sida, tendo em conta que dos 1.942 seropositivos registados de Janeiro a Setembro do corrente ano 815 abandonaram o tratamento.

Fotografia: DR

Durante o período em referência foram feitos 14.370 testes voluntários. Os dados foram tornados públicos pelo director municipal da Saúde, Costa Samuquinda, durante um encontro que juntou, em Saurimo, gestores de unidades sanitárias e autoridades tradicionais.

Costa Samuquinda acrescentou que no período em referência houve um aumento de 217 casos de crianças expostas ao vírus, contra 95 notificadas anteriormente, nascidas de mães seropositivas, com o seguimento em sete unidades sanitárias.
O sector da Saúde, acrescentou, preparou um plano estratégico para 2020, que prevê "inovações de serviços em todas as unidades sanitárias, definição de procedimentos para tratamento no domicílio, promoção de inquéritos para apurar o nível de conhecimentos sobre a doença nas comunidades e de incentivos para reforçar a parceria entre as unidades sanitárias e a comunicação social".
De acordo com Costa Samuquinda, o défice de viaturas, de incentivos para os activistas e voluntários, morosidade na recolha, processamento e envio de dados ao Ministério da Saúde figuram entre os constrangimentos.
Costa Samuquinda aconselhou as mulheres grávidas a recorrer às unidades mais próximas, a fim de garantirem partos seguros.
O administrador interino de Saurimo, Francisco Guerra, referiu que as estratégias globais da Organização das Nações Unidas visam incutir uma cultura que permita que 90 por cento da população conheça o seu estado serológico e cumprir com o tratamento anti-retroviral.

Tempo

Multimédia