Províncias

Dezenas de técnicos ingressam na Saúde

João Salvo|Saurimo

O sector da Saúde na província da Lunda-Sul foi contemplado com 120 vagas, que deverão ser preenchidas com novos médicos, bem como por técnicos de diagnóstico e terapêuticas, durante o concurso público a ser realizado oportunamente.

Sector da Saúde foi contemplado com novos quadros
Fotografia: Angop

A directora provincial da Saúde, Maria Dina Segunda, que anunciou o facto sublinhou que o número contemplado à província é insignificante, mas que ainda assim vai ajudar a suprir algumas dificuldades do sector. A responsável acrescentou que o concurso público deste ano tem uma característica diferente, pois além de ser nacional é também municipalizado.
Maria Segunda considerou que apesar do número ser insignificante, “constitui uma lufada de ar fresco”, tendo em conta que existe um défice muito grande nas mais diversas áreas, desde médicos, enfermeiros, técnicos de diagnóstico e terapêutica, para atender a uma densidade populacional estimada em mais 591 mil habitantes.
A directora dos Serviços de Saúde realçou  ainda, que o concurso público desta vez traz elementos novos e bastante satisfatórios como a reconversão de carreiras.
Por isso, foi decidido no último Conselho Alargado realizado pelo sector, que todos os profissionais com mais de 20 anos de trabalho passem para um estatuto superior e os que entrarem agora sejam enquadrados no termo complementar I e com a possibilidade de começarem e definir as especialidades que pretendem seguir.
A distribuição de técnicos apurados em vários municípios vai obedecer a critérios de rácio populacional e das infra-estruturas sanitárias existentes.

Tempo

Multimédia