Províncias

ENE na Lunda Sul regista prejuízos

Flávia Massua | Saurimo

O director provincial da Lunda Sul da Empresa Nacional de Electricidade -ENE reprovou ontem, em Saurimo o comportamento de alguns consumidores que não pagam o consumo de energia, o que deu origem, no ano passado, a um prejuízo na ordem dos dez milhões de kwanzas.

Clientes devedores têm os dias contados
Fotografia: João Gomes

Domingos Pompilho referiu que a lista de devedores inclui grande parte de instituições públicas e disse que em cada cem facturas emitidas para cobranças domiciliares, apenas 80 são pagas, o que representa 20 por cento de prejuízo.
Esta situação forçou a ENE a efectuar cortes de energia durante os meses de Novembro e Dezembro, como forma de forçar os clientes a liquidar as dívidas.
O responsável apelou, por isso, à consciência dos clientes quanto à obrigatoriedade de pagamento do produto consumido que, além de rentabilizar a empresa para o seu crescimento na economia nacional, garante um abastecimento ininterrupto e com qualidade.
A substituição de equipamentos, combustíveis e outras peças sobressalientes que permitem um funcionamento normal tem custos, disse Domingos Pompilho que pediu aos clientes que consomem e não pagam para assumirem as suas responsabilidades.

Tempo

Multimédia