Províncias

Futuros técnicos demonstram as suas habilidades

João Salvo | Saurimo

Um grupo de estudantes de Engenharia, afectos à Universidade Lueji a’Nkonde, está, desde a semana finda, engajado na reparação de carteiras danificadas em várias escolas, num gesto que visa contribuir para a melhoria do processo de ensino e aprendizagem, bem como de demonstração das suas habilidades.

De acordo com o decano da instituição, Fidel Manassa, a restauração das carteiras contempla a colocação de tampos de madeira e reaperto de parafusos, com o objectivo de colmatar o défice de carteiras nas escolas.
Fidel Manassa adiantou que, nesta primeira fase, foram já reparadas cerca de 200 carteiras, que permitiram o apetrecho de duas salas de aula. Neste exercício, explicou o decano, a direcção da Lueji a’ Nkonde está em negociações com a direcção da Viação e Trânsito para autorizar a recolha de carcaças de viaturas e motorizadas acidentadas, sem aproveitamento, para serem reconstituídas e servirem de oficina mecânica para os ensaios e aulas práticas dos estudantes. Acrescentou que a escola adquiriu já equipamentos de carpintaria e serralharia.
Para o êxito desta tarefa, a escola ergueu já um alpendre junto da instituição, onde os alunos recebem aulas teóricas e práticas. 

Tempo

Multimédia