Províncias

Inaugurada em Kassongue escola do ensino primária

Manuel Tomás |Sumbe

Kassongue, Kwanza-Sul, passou a ter, desde o fim-de-semana, mais uma escola primária, construída de raiz, com cinco salas de aulas.

Mais crianças vão aprender a ler
Fotografia: Jornal de Angola

Kassongue, Kwanza-Sul, passou a ter, desde o fim-de-semana, mais uma escola primária, construída de raiz, com cinco salas de aulas.
O estabelecimento foi inaugurado pelo governador Serafim do Prado, perante membros do governo, autoridades tradicionais, eclesiásticas, professores e alunos. 
As obras, que duraram sete meses, orçadas em 13 milhões de kwanzas, enquadram-se no programa de gestão municipal. Serafim do Prado, depois de visitar as salas de aulas devidamente equipadas, disse à população que uma das prioridades do governo provincial é a reabilitação e construção de infra-estruturas de impacto social, como escolas, hospitais e postos de saúde, sobretudo nas áreas suburbanas.
O governante pediu aos estudantes que cuide bem do imóvel e que, juntamente, com a direcção da escola plante árvores e crie espaços verdes.

Dificuldades

 “As estatísticas apontam para a existência de mais de nove mil crianças em idade escolar fora do sistema normal do ensino, e, para preencher esta lacuna, o município necessita de aproximadamente 300 professores, para se juntarem aos 643 que se encontram a leccionar”, disse o chefe da repartição municipal da Educação, Cultura, Desportos e Juventude.
No presente ano lectivo, acrescentou, foram matriculados 24.700 alunos em todos os subsistemas do ensino.  A rede escolar, referiu Alfredo Arcanjo, é constituída por 31 escolas, uma das quais do primeiro e secundo ciclo.
No ensino de adultos, esclareceu, há, este ano lectivo, 458 pessoas no ensino primário, 550 no secundário e 225, no segundo ciclo.

Tempo

Multimédia