Províncias

Instituto Médio abre este ano

João Salvo | Saurimo

Mais de 500 candidatos concorrem às 360 vagas disponíveis no Instituto Médio de Saúde (IMS), que arranca pela primeira vez na cidade de Saurimo, província da Lunda-Sul. Em declarações à imprensa, o coordenador da comissão instaladora do Instituto, Ferreira Mwatxingueji, garantiu que as aulas começam dentro de um mês, com 48 professores.

Mais de 500 candidatos concorrem às 360 vagas disponíveis no Instituto Médio de Saúde (IMS), que arranca pela primeira vez na cidade de Saurimo, província da Lunda-Sul. Em declarações à imprensa, o coordenador da comissão instaladora do Instituto, Ferreira Mwatxingueji, garantiu que as aulas começam dentro de um mês, com 48 professores.
A nova infra-estrutura, anexa à escola técnica, comporta oito salas de aulas, uma de informática e biblioteca. Por outro lado, a direcção provincial do Instituto Nacional de Emprego e Formação Profissional (ENEFOP) lançou segunda-feira, para o mercado de emprego, mais 560 técnicos básicos, formados em alvenaria, canalização, electricidade, corte e costura, serralharia, informática, frio industrial, gestão e contabilidade, agricultura e decoração.
O chefe dos serviços provinciais do INEFOP, Paulo Muacazanga D`hival, disse que durante o ano transacto foram matriculados 834 estudantes, nos centros e pavilhões de artes e ofícios, existentes na província da Lunda-Sul. O centro introduziu este ano, no curriculum de formação, cursos de Gastronomia e Gestão bancária.

Tempo

Multimédia