Províncias

Lunda Sul com mais técnicos

João Salvo | Saurimo

A Escola Superior Politécnica da Lunda Sul, da Universidade Lueji A`Konde, põe à disposição do mercado de trabalho, a partir do próximo ano, mais de 600 finalistas, matriculados nos dez cursos ministrados pela instituição, disse ao Jornal de Angola o seu director-geral.

O mercado de trabalho na província da Lunda Sul foi reforçado com mais licenciados
Fotografia: Benjamim Cândido

Fidel Manaças realçou que os estudantes estão empenhados na preparação das monografias para a defesa das suas teses, prevista para o primeiro trimestre do próximo ano.
No decurso deste ano, acrescentou, oito estudantes do curso de engenharia civil terminaram com êxito a sua formação. O académico considera positivo o ano lectivo, apesar de existirem ainda debilidades nas pesquisas dos estudantes. Louvou o contributo prestado pelos professores expatriados na sua maioria cubanos, que ao lados dos angolanos cooperam para a elevação do processo docente.
Em relação ao recrutamento de novos professores, Fidel Manaças realça que a instituição projecta requisitar os estudantes monitores que terminem a formação superior na  instituição.
A Escola Superior Politécnica da Lunda Sul dispõe de 54 salas e conta com 142 professores. No próximo ano prevê matricular apenas 400 estudantes, devido à falta de espaço. Conta introduzir novos cursos de Informática e Educação Física, em 2016.

Tempo

Multimédia