Províncias

Mais mulheres na alfabetização

A directora provincial da Família e Promoção da Mulher (MINFAMU), na Lunda-Sul, considerou terça-feira satisfatória a adesão das mulheres rurais ao programa de alfabetização e recuperação do atraso escolar, pelo facto de 75 por cento dos inscritos a nível da região serem do sexo feminino.

Adesão de camponesas é satisfatória
Fotografia: José Soares

Maria Ulumbo defendeu que as mulheres devem continuar a empenhar-se nas actividades da alfabetização. A responsável reconheceu que a fraca formação académica e profissional de algumas mulheres tem sido a principal dificuldade para que elas alcancem melhores posições na sociedade.
A directora do MINFAMU considerou fundamental que as mulheres rurais aprendam a ler e a escrever. Maria Ulumbo acrescentou que para uma melhor planificação e organização rural é necessário o enquadramento da mulher rural na escola.

Tempo

Multimédia