Províncias

Milhares de mulheres estão na alfabetização

João Salvo | Saurimo

As mulheres, com 20.263 de um total de 28.741 pessoas inscritas, continuam a liderar a lista de alunos matriculados nas salas de alfabetização na província da Lunda Sul, revelam dados apresentados ontem, em Saurimo, pelo director da Educação, Ciência e Tecnologia.

Na Lunda Sul aumenta bastante o número de mulheres nas salas de alfabetização
Fotografia: Felipe Botelho |


Isaías Sakajima, que falava no encontro de concertação dos membros que integram a Comissão Provincial da Alfabetização, reconhece que as estatísticas suplantam os dados obtidos na primeira fase, onde foram matriculados 34.143 pessoas nos métodos “Gostar de ler” e “Sim, eu posso”. O responsável provincial da Educação salientou que o  método “Sim, eu posso” é suportado por meios audiovisuais com o auxílio de professores cubanos. Garantiu que as autoridades vão continuar a prestar todo o apoio ao programa com material didáctico composto por livros, cadernos, lápis e giz.
Neste ano lectivo, o município de Cacolo, que dista a 160 quilómetros de Saurimo, vai outorgar certificados a 130 alfabetizandos. O director da Educação lamentou os atrasos no pagamento de subsídios aos alfabetizadores, mas garantiu que a situação vai ser ultrapassada em breve.
A governadora Cândida Narciso considerou que a arte de ensinar a ler e a escrever reveste-se de uma grande importância por ser um instrumento que contribui para o desenvolvimento pessoal do indivíduo. No encontro, os participantes defenderam a necessidade do Governo  aumentar o número de salas.

Tempo

Multimédia