Províncias

Muconda tem novos equipamentos de impacto social

Adão Diogo e Flávia Massua | Muconda

A governadora Cândida Narciso visitou Muconda num momento em que as ruas da vila estão a ser asfaltadas. Rosana Vumbi, de 67 anos, vive só porque perdeu os dois filhos durante a guerra.

Muconda tem as ruas asfaltadas e com muitas árvores frondosas que dão sombra
Fotografia: Adão Diogo

A governadora Cândida Narciso visitou Muconda num momento em que as ruas da vila estão a ser asfaltadas. Rosana Vumbi, de 67 anos, vive só porque perdeu os dois filhos durante a guerra. Diz que não esteve na recepção à governadora porque “se não tirasse hoje o bombô da água, ficava estragado”. À cabeça leva uma bacia recheada de bombô e verduras. Caminha firme alheia à chuva miúda que cai.
Rosana Vumbi elogia os esforços do Governo Provincial que mudaram Muconda: “as ruas estão a ser asfaltadas, foram construídas escolas, centros e postos de saúde, casas para os técnicos e sistemas de água e energia”.
Destaca a edificação de uma creche, um parque infantil e o campo desportivo como as obras “que vão dar mais qualidade de vida às crianças e jovens”. Para ela são as obras que mostram os avanços do progresso e a melhoria dos serviços sociais.
Nas cinco paragens feitas durante a viagem entre Saurimo e Muconda, a governadora Cândida Narciso auscultou as comunidades situadas ao longo dos 200 quilómetros que separam a vila da capital provincial. Deixou a todos uma mensagem de confiança num futuro melhor e apelou à unidade, empenho na produção agrícola para o combate à fome e à pobreza.
Cândida Narciso deixou às comunidades de Samupafo,Tamba I e II, Sengo e Cangombe a garantia de dias melhores no futuro próximo.
A governadora distribuiu incentivos aos sobas, professores e enfermeiros, tomando nota das suas preocupações. As autoridades locais pedem mais escolas, medicamentos, energia com regularidade e apoio em material de construção para construírem habitações dignas.

Obras em curso

Cândida Narciso visitou em Muconda as obras de uma creche, parque infantil, três casas geminadas, vivendas para o comandante da polícia e técnicos. />Um cenário de higiene e ordem atesta o esforço da administração local. Muconda tem as ruas asfaltadas e com árvores frondosas que dão sombra, jardins e um novo sistema de iluminação pública. Uma ravina serpenteia a um metro de algumas casas em direcção ao rio Luembe. É preciso acabar com ela antes que aconteça o pior. No encontro entre a governadora e 32 sobas de Muconda, Cândida Narciso reiterou a importância da solução dos problemas que enfermam as comunidades urbanizadas e rurais, “para anular o sentimento de discriminação”.
Os regedores Manuel Muatxicuata, Rodrigues Kalandjisa  e Joao Iamba Sacungo reconheceram os esforços do Governo Provincial na recuperação da estrada que liga Saurimo a Muconda e Luau, e a construção de  equipamentos sociais que concorrem para a melhoria da  saúde, educação e a produção agrícola.
Os sobas e regedores dizem que é urgente instalar uma agência bancária em Muconda e levar à população os sinais da RNA e TPA.
A governadora lembrou que a solução dos problemas passa pela disponibilidade financeira.

Cuidados de infância

Num encontro com as mulheres de Muconda, a governadora da Lunda-Sul apontou um conjunto de normas e cuidados básicos à infância e do saneamento do meio, para reduzir a mortalidade infantil.
As participantes no encontro com a governadora defenderam o aumento de alfabetizadores e a construção de um centro materno infantil.
À saída do encontro com os administradores municipais, Cândida Narciso elogiou o seu desempenho “no cumprimento do programa municipal integrado de combate à fome e pobreza”.
A reunião com as autoridades locais permitiu definir estratégias para a realização de uma “ campanha de combate ao saneamento básico”.

Tempo

Multimédia