Províncias

Muitas crianças sem documentos entram no ensino

Flávia Massua| Saurimo

As direcções das escolas primárias da província da Lunda Sul foram orientadas a receber todas as solicitações de matrícula de crianças que não possuem documentos.

O director provincial da Educação, Isaías Sacajima,apelou ontem em Saurimo aos pais e encarregados de educação para tratarem os documentos assim que começarem as aulas,para que a situação desses alunos junto das escolas seja regularizada.
Segundo Isaías Sacajima, para este ano lectivo prevê-se a entrada no ensino primáriode 39 mil novos alunos, muitos dos quais ainda vão estudar em salas improvisadas, situação que será ultrapassada com a construção de mais salas para se juntarem às 1.460actuais.
Mais de 100 professores da Lunda Sul estão em situação de dupla efectividade, baixa por doença e há outros que se furtam-se sem justificação a comparecer no local de trabalho. “A equipa de inspecção trabalha nestes casos para resolver de forma eficaz a situação e, se  necessário, dar baixa a esses técnicos”, disse o director provincial.

Tempo

Multimédia