Províncias

Nova barragem no rio Chicapa

Kamuanga Júlia| Saurimo

O ministro da Energia e Águas, João Baptista Borges, anunciou ontem o arranque das obras de construção da nova barragem hidroeléctrica, denominada Chicapa II, com capacidade para produzir 42 megawatts de energia, para melhorar o fornecimento de luz à cidade de Saurimo.

Investimento no sector tem como finalidade melhorar o fornecimento de energia eléctrica
Fotografia: Vigas da Purificação

Numa primeira fase, o ministério estabeleceu um acordo com a Sociedade Mineira de Catoca, para a actualização de estudos que permitam a elaboração do impacto ambiental e garantir um orçamento para a efectivação do projecto.
O ministro aponta a necessidade de aumentar a capacidade de fornecimento de energia através da instalação de dois grupos geradores de cinco megawatts a fim de “atender integralmente a energia aos bairros periféricos da cidade de Saurimo”.
 João Baptista Borges revelou que as insuficiências no abastecimento de água se devem ao crescimento da população, que suplantou a capacidade de distribuição a partir da Central de Captação de Tratamento de Água do rio Chicapa. O sistema vai ser ampliado para permitir a extensão de mais de cinco mil ligações domiciliares em Saurimo, a partir do próximo mês. 
A governadora provincial da Lunda Sul, Cândida Narciso, disse que com a entrada em funcionamento da nova barragem, a qualidade de vida da população vai melhorar muito. “Com mais água e energia os empresários podem também investir mais de forma a impulsionarem o desenvolvimento da província”, disse Cândida Narciso.
Durante a sua estada na cidade de Saurimo, o ministro João Baptista Borges fez um balanço positivo das acções desenvolvidas na província. Antes do seu regresso, o ministro visitou a mina de Catoca, o complexo habitacional Mwono Waha, a central termoeléctrica de Chicumina e a barragem hidroeléctrica de Chicapa.

Tempo

Multimédia