Províncias

Nova vacinação contra a pólio

As autoridades sanitárias da província da Lunda-Sul prevêem vacinar, de 28 a 30 do corrente mês, 75 mil crianças menores de cinco anos, utilizando a estratégia casa-a-casa e a criação de postos fixos nos locais de maior concentração de pessoas.

As autoridades sanitárias da província da Lunda-Sul prevêem vacinar, de 28 a 30 do corrente mês, 75 mil crianças menores de cinco anos, utilizando a estratégia casa-a-casa e a criação de postos fixos nos locais de maior concentração de pessoas.
A referida campanha faz parte de um conjunto de acções que visam reforçar a vacinação e criar uma barreira contra a re-infecção nas províncias que fazem fronteira com a República Democrática do Congo (RDC), refere uma nota daquela instituição.
Graças ao esforço empreendido pelo Executivo, através do Ministério da Saúde e parceiros, para a interrupção da circulação do vírus selvagem da poliomielite, a província não detectou qualquer caso desde os últimos dois meses do ano transacto, acrescenta a nota.
Segundo o documento, para que esta campanha tenha êxito será necessário o envolvimento de toda a sociedade, sendo por isso importante o empenho de pais, educadores, autoridades administrativas, religiosas e tradicionais, na informação e sensibilização da população sobre a vacinação.
Outrossim é o engajamento da polícia fronteiriça na campanha, para garantir a vacinação a todas as crianças que circulam nas fronteiras com os pais.
O documento aponta como uma das causas da ineficácia da prevenção da doença, as más condições de habitação das populações derivadas do seu fraco saneamento básico e higiene do meio.

Tempo

Multimédia