Províncias

Novos casos de cesariana registados na Lunda Sul

A gravidez precoce é a principal causa dos partos por cesariana realizados na Maternidade Provincial da Lunda Sul, disse ontem, em Saurimo, a directora da unidade de saúde.

Maria do Céu, que  falava   a propósito da actividades desenvolvida na unidade sanitária durante o primeiro semestre deste ano, sublinhou que outro dos motivos das cesarianas na maternidade são as chegadas tardias das parturientes na maternidade. No período em referência, a maternidade realizou 143 cesarianas, maioritariamente em adolescentes.
O factor anatómico, explicou, é a principal causa da realização das cesarianas na maior parte das gestantes adolescentes, atendendo a  que elas  não apresentarem ainda um desenvolvimento total da pelve, criando assim uma desproporção cefalopélvica, o que impende a realização do parto por via baixa, obrigando a recorrer a cirurgia. “Muitas cesarianas  são causadas por placenta prévia e sofrimento fetal, na qual a bolsa de água rompe muito cedo e a gestante fica em casa. Infelizmente as grávidas acorrem tardiamente às unidades sanitárias em busca de assistência   e então só resta fazer a cesariana”, disse.
As mulheres grávidas são coagidas pelas famílias a não irem atempadamente à maternidade quando têm sinal de parto, alegando que se forem cedo vão dar à luz por cesariana, disse Maria do Céu, que exortou as adolescentes   a acautelarem-se da gravidez precoce, pois ela influencia o insucesso da formação académica e profissional.

Tempo

Multimédia