Províncias

Novos equipamentos sociais em Dala

João Salvo | Saurimo

A asfaltagem de dez quilómetros de ruas, a construção de 200 casas sociais no quadro do Programa Nacional de Habitação (PNH), e da nova ponte definitiva sobre o rio Txihumbwe, nos arredores da vila, constam entre as acções em curso, na sede municipal de Dala, a 160 quilómetros de Saurimo, província da Lunda-Sul.

Muitas obras dos programas de desenvolvimento rural e de combate à pobreza que transitaram do ano passado não estão concluídas
Fotografia: Jornal de Angola

Das obras em curso nos últimos quatro anos, destaque também para a construção e reabilitação de 70 escolas, quatros postos de saúde, casas para os professores e enfermeiros, erguidas em diversas localidades do município do Dala. O administrador informou que os Programas de Investimento Público e de Combate à Fome e à Pobreza, traçados pelo Executivo, abriram novas oportunidades para desenvolver acções nos domínios da construção e reabilitação de infra-estruturas escolares, sanitárias, de apoio à agricultura, comércio e rodoviárias, afim de contribuírem para o desenvolvimento do município.
As autoridades, acrescentou, fornecem também ferramentas agrícolas aos camponeses, para elevarem a produção agrícola. “O município está a crescer, rumo ao desenvolvimento”, disse o regedor Manuel Saiassua, que aponta a construção da barragem hidroeléctrica no rio Chihumbwe, para fornecer energia ao município e à província do Moxico, como um passo importantepara impulsionar o desenvolvimento da região.
A autoridade tradicional enalteceu o Executivo pela construção de escolas, postos de saúde e casas para os técnicos, que estão a mudar a imagem da vila. Destaca que os esforços empreendidos no quadro do programa de combate à pobreza, incentiva a população a desenvolver a agricultura de subsistência, no município, mas referiu a falta de meios de transporte para escoar os produtos e de compradores no mercado.

Lar de estudantes

No âmbito dos festejos dos 45 anos da fundação do município do Dala, assinalados no passado dia 16 deste mês, a cidade ganhou novos empreendimentos com realce para um lar de estudantes, uma creche, comando municipal da Polícia Nacional, uma casa geminada para os professores e uma casa de velório ao lado da morgue, com 12 gavetas, inaugurados pela governadora da Lunda-Sul, Cândida Narciso.
A governadora pediu aos munícipes para preservarem os bens postos à sua disposição, a fim de permitir que o Governo Provincial realize acções idênticas nas outras localidades.
Aos mais velhos pediu para continuarem a assumir o papel de educadores, transmitindo as suas experiências às novas gerações, para garantirem o futuro do país.
O director municipal em exercício da Educação, António Narciso, destacou as vantagens que o lar o­ferece aos alunos idos do interior do município. O lar tem quatro dormitórios, para 20 estudantes cada, uma biblioteca, refeitório, cozinha, lavandaria balneários e uma casa anexa para o director.

Tempo

Multimédia