Províncias

Obras da nova centralidade decorrem a ritmo acelerado

Adão Diogo | Saurimo

As primeiras 70 casas, das quatro mil previstas para o projecto habitacional Mwono Waha, que em português significa “nova vida”, foram já entregues aos seus proprietários.

Aumenta as casas construídas no âmbito do projecto do Executivo de fomento habitacional
Fotografia: Jornal de Angola

O projecto habitacional foi delineado há seis anos pela Sociedade Mineira de Catoca (SMC) e está a ser construído, há um ano, pela empreiteira chinesa CIF, a dez quilómetros de Saurimo.
O presidente do projecto, Flávio Fernandes, garantiu que o ritmo e qualidade das obras, fiscalizadas por uma empresa idónea, “respeitam as cláusulas subscritas no contrato de construção de moradias geminadas do tipo T3 e T4, com reserva de talhões para a edificação de uma escola, campo desportivo multiusos, centro de saúde e estabelecimentos comerciais”.
A construção de fogos habitacionais decorre em simultâneo com o arruamento, pavimentação, instalação da rede de saneamento básico, de abastecimento água potável e de energia eléctrica domiciliar e pública. Mwono Waha conta actualmente com 240 sócios, inscritos para as distintas categorias de casas esboçadas no projecto.
Para facilitar o pagamento das mesmas, foi assinado um convénio de financiamento com o Banco Totta, válido por 15 anos.
Em relação à preservação ambiental, Flávio Fernandes garante que o projecto preparou viveiros contendo três mil mudas de plantas diversas.

Tempo

Multimédia