Províncias

Obras na via Saurimo/Dala revelam várias deficiências

Flávia Massua | *

O director regional do leste do Instituto Nacional de Estradas de Angola (INEA) criticou, ontem, na localidade de Dala, a qualidade das obras executadas, há um ano, por técnicos chineses.

O director regional do leste do Instituto Nacional de Estradas de Angola (INEA) criticou, ontem, na localidade de Dala, a qualidade das obras executadas, há um ano, por técnicos chineses.
Para corrigir as deficiências detectadas em vários troços das vias, incluindo algumas nas cidades do Luena e do Dundo, Rafael Muteka sugeriu que se alterem os moldes de fiscalização.
O director regional prevê que as obras de recuperação, que se devem estender até 2012, abranjam mais de 500 quilómetros.
As acções programadas, para este ano, pelo INEA incluem a reposição, em Nhambaca, de uma ponte de estrutura metálica sobre o rio Kassai, com vista a restabelecer a ligação com a sede municipal de Lumege-Cameia.
Por outro lado, o nível de execução das obras de construção do primeiro lar para idosos na localidade Muangeji, imediações da cidade de Saurimo, satisfaz as estruturas governamentais da província da Lunda-Sul.

Lar dos idosos

O empreendimento, com dormitórios para cem pessoas, refeitório, enfermaria e espaço de lazer, está orçado em cem milhões de kwanzas. O director provincial das Obras Públicas, Orlando Txifaco, disse que a acção consta dos projectos suportados pelo Programa de Investimentos Públicos (PIP).
As obras, de acordo com o contrato subscrito com a construtora, podem ser executadas num período de 15 meses, a contar de Setembro do ano passado.  A directora provincial da Assistência e Reinserção Social, Natália Iculo, afirmou que a iniciativa se traduz no esforço para resgatar a dignidade de cerca de 90 idosos com necessidades de amparo.
A província da Lunda-Sul tem mais de 14 mil idosos, segundo a directora da Reinserção Social.

*Com João Salvo | Saurimo

Tempo

Multimédia