Províncias

Partos em casa causam mortes na Lunda-Sul

Camuanga Júlia| Saurimo

Partos domiciliares originaram a morte de, pelo menos, 12 mulheres na província da Lunda-Sul, nos meses de Janeiro e Fevereiro.
A supervisora provincial de parteiras tradicionais, na Lunda -Sul,Caiembe Anhece, que avançou a informação, disse que a situação está a preocupar as autoridades sanitárias, que controlam 1.200 parteiras.

Partos domiciliares originaram a morte de, pelo menos, 12 mulheres na província da Lunda-Sul, nos meses de Janeiro e Fevereiro.
A supervisora provincial de parteiras tradicionais, na Lunda -Sul,Caiembe Anhece, que avançou a informação, disse que a situação está a preocupar as autoridades sanitárias, que controlam 1.200 parteiras.
Para facilitar o controlo e legalizar o exercício da actividade, a responsável exortou as parteiras a cumprir as formalidades exigidas, a fim de serem credenciadas e beneficiarem de kits, materiais distribuídos todos os anos de forma gratuita.
Cerca de 200 parteiras tradicionais do município de Saurimo actualizaram quarta-feira os conhecimentos sobre técnicas de parto e manuseio de equipamentos utilizados na actividade.
O administrador-adjunto de Saurimo, Wilson Daniel, aconselhou as parteiras tradicionais a aderirem às aulas de alfabetização, a fim de dominarem melhor as regras da actividade de parto e outras do sector da Saúde. “A formação vai ajudar as parteiras tradicionais na sua actividade. Há toda necessidade de se actualizarem constantemente”, disse.

Tempo

Multimédia