Províncias

Primeiras casas ficam prontas no próximo mês

João Salvo | Saurimo

As obras das primeiras 60 das 500 casas sociais, no bairro “Sagrada Esperança”, na Lunda-Sul, destinadas a trabalhadores da Sociedade Mineira de Catoca (SMC) estão concluídas em Fevereiro, anunciou o coordenador do projecto.

As obras das primeiras 60 das 500 casas sociais, no bairro “Sagrada Esperança”, na Lunda-Sul, destinadas a trabalhadores da Sociedade Mineira de Catoca (SMC) estão concluídas em Fevereiro, anunciou o coordenador do projecto.
Flávio Fernandes, que fez o anúncio ao apresentar a maqueta do projecto aos responsáveis da Endiama e aos empregados de Catoca, disse que o projecto, orçado em cerca de 25 mil milhões de kwanzas e financiado pela Catoca e pela Endiama, tem o objectivo de melhorar a qualidade de vida de trabalhadores mineiros.
O arquitecto da obra, José Correia, afirmou que o projecto, que contempla a construção de 4.500 casas T2 e T3, quatro mil das quais para não trabalhadores da Sociedade Mineira de Catoca, prevê a instalação de um conjunto de equipamentos sociais, como hospital, pólo universitário, museu, espaço para actividades artesanais, pequenos cafés, centro cívico e saneamento básico.
O presidente do Conselho de Administração da Endiama, Carlos Sumbula, que visitou a futura vila, disse que o projecto decorre dentro da programação feita há dois anos e que acções do género serão extensivas a outras localidades.

Tempo

Multimédia