Províncias

Projecto Catoca defende combate ao absentismo

Kamuanga Júlia | Saurimo

O director-geral da Sociedade Mineira de Catoca (SMC) exortou os trabalhadores a elevarem os níveis de profissionalismo, sobretudo no combate ao absentismo nos locais de trabalho e melhoria na gestão dos recursos da empresa.

Ao discursar durante a cerimónia de cumprimentos de fim de ano, Ganga Júnior considerou positivo o balanço das acções desenvolvidas ao longo do ano, mas reconhece que ainda existem debilidades, para que a empresa obtenha resultados satisfatórios que contribuam para o benefício de todos.
Para o próximo ano, a empresa diamantífera pretende arrancar com as obras da mina de Tchiuzo, na província da Lunda-Norte, a instalação do terceiro moinho na Central de Tratamento CT2 e a busca de novas reservas de diamantes em Angola e no estrangeiro.
Ganga Júnior realçou que o incentivo dos trabalhadores para o seu aperfeiçoamento crescente e o compromisso nos programas de acção social nas comunidades estão entre as metas traçadas.
Durante o ano, acrescentou Ganga Júnior, a SMC realizou igualmente várias acções relacionadas com o empenho em desenvolver o sistema integrado de gestão, início da intervenção no Zimbabwe, entrega das primeiras casas aos trabalhadores na vila Sagrada Esperança, na Lunda.

Tempo

Multimédia