Províncias

Repovoamento florestal na Lunda Sul

João Salvo | Saurimo

O Instituto de Desenvolvimento Florestal (IDF) realizou no ano findo várias campanhas de plantação de árvores na província da Lunda Sul, que permitiram melhorar as acções de repovoamento florestal na região.

Instituto prevê restringir a exploração de madeira a fim de acautelar eventuais riscos
Fotografia: Rafael Tati | Edições Novembro

Segundo o chefe de brigada afecta ao IDF, Afonso Maquecha, em 2016 foram realizadas também acções de multiplicação de uma árvore de grande porte, muito procurada nos últimos tempos.
Durante o ano transacto, acrescentou Afonso Maquecha, o IDF controlou 17 empresas, que estiveram envolvidas na exploração de madeira, onde o desempenho de fiscais, apesar de serem poucos, permitiu detectar várias irregularidades, que resultaram no pagamento de multas. 
Para o ano em curso, de acordo ainda com Afonso Maquexa, o Instituto de Desenvolvimento Florestal (IDF) prevê restringir consideravelmente a exploração de madeira, a fim de acautelar eventuais riscos provocados pela destruição da flora. Afonso Maquexa destacou que, para a exploração de madeira, o IDF só poderá licenciar empresas que comparticiparem no programa de repovoamento florestal.

Tempo

Multimédia